Skip to content

O complexo de vira-latas de alguns brasileiros

30/12/2012

 Publicado no jornal Diário de Guarapuava, 29-30/12/12, ano XIV, ed. 3508, p. A19.

Todos conhecemos os queridos vira-latas. São os cães e também gatos que não possuem raça definida, ou seja, não possuem “pedigree”. A expressão vira-latas surgiu do fato desses pobres e famintos animais perambularem pelas ruas, revirando latas de lixo, em busca do mínimo de comida para a sobrevivência. Por essas razões, de forma geral, tais animais sofrem discriminação e, injustamente, são considerados de segunda classe. É óbvio que essa diferenciação é feita por nós, humanos (inteligentes?). Entre os animais, não há a consciência de superioridade de uma raça sobre a outra. E, convenhamos, para aqueles que gostam e respeitam os animais, também não há essa diferenciação.

complexo de vira-lataJá sabemos o que é um vira-latas. E o que seria, então, o complexo de vira-latas? De acordo com Roberto Amaral, “Foi Nelson Rodrigues, em crônica às vésperas da Copa do Mundo de 1958 (Manchete esportiva, 31/5/1958), quando a seleção brasileira partia desacreditada para a disputa na Suécia, quem grafou o conceito de ‘complexo de vira-latas’, resumo de um colonizado e colonizador sentimento de inferioridade em face do estrangeiro e do que vêm de fora, seres e coisas, ideias e fatos.” (site da Revista Carta Capital, 21.12.11).

Ou seja, o complexo de vira-latas é caracterizado por um notável desprezo e descrédito pelo que é do Brasil, pelo que é nosso, pela cultura e pela gente brasileira. São inúmeras as pessoas que alimentam o sentimento de inferioridade das “coisas” do Brasil em relação ao exterior. O complexo de vira-latas é caracterizado por expressões como: “Ah, se fosse nos Estados Unidos…”, “Na Europa, é diferente, é primeiro mundo…”, “Na Inglaterra, as coisas funcionam, mas aqui no Brasil…”, “Tinha que ser como no Canadá, lá funciona assim…”, “Se fosse num país de pessoas inteligentes, mas aqui no Brasil…”, “O Brasil será sempre um pais de terceiro mundo…”, “O Brasil é o país da corrupção. Nos outros países isso não acontece…”, “Esse país nunca vai para a frente…”. E assim por diante.

No fundo, esse sentimento de inferioridade de alguns brasileiros, que desdenham o que é do Brasil, e que parece que gostariam de fazer parte de outra nação, supostamente mais desenvolvida, é baseado em premissas completamente equivocadas. Todos os países têm coisas positivas e também problemas, acertos e erros. Na quase totalidade das vezes, tais pessoas sequer conhecem com profundidade a história e a cultura do país considerado superior. Apenas ouviram dizer que é assim, ou fizeram uma rápida viagem ao país, ou tiveram conhecimento de uma notícia, e repetem, como papagaios, sem reflexão, que as soluções de nossos problemas viriam do exterior. Ou que o mundo, lá fora, seria sempre melhor que o nosso, aqui no Brasil.

É sempre bom lembrar as nossas origens e ter orgulho delas. Somos fruto da mistura de etnias, como indígenas, africanos, europeus, asiáticos, árabes. Nossa cultura é fruto dessa diversidade. Temos a nossa culinária, nossa arquitetura, nosso patrimônio histórico, nossa literatura, nossas artes, nossa música, nossos esportes, nosso folclore, nossos costumes e valores, nossa democracia, nossas instituições, nosso belo povo e tantas outras coisas nossas. Temos história própria. Temos alma própria. Somos brasileiros, com muito orgulho, com muito amor!

Temos um potencial de crescimento e desenvolvimento incrível, e o Brasil tem demonstrado isso ao mundo. “Nunca antes na história deste país” (usando a frase clássica de Lula) o mundo lá fora olhou o Brasil com tanta atenção e respeito. Europeus e norte-americanos em crise veem o Brasil como o novo eldorado profissional. Brasileiros que moram no exterior estão retornando à sua pátria, porque no Brasil a vida está melhor que naqueles países. Nações (as mesmas citadas pelos que desdenham o Brasil) de “primeiro mundo” em crise pedem ajuda ao Brasil. O Brasil está sendo exemplo para o mundo, copiado, no combate à pobreza e à miséria, e também em outras áreas. Em plena crise mundial, o Brasil está mantendo recorde de empregos e ainda distribuindo renda, reduzindo a pobreza, e crescendo. Enfim, outros aspectos poderiam ser citados, mas vamos nos limitar a estes.

O fato é que o Brasil tem luz própria e sua própria dinâmica de formação, crescimento e desenvolvimento. É triste ver que alguns brasileiros tentam apagar essa luz, com tanto desprezo por tudo o que é do Brasil. Deixemos o complexo de vira-latas no passado. O Brasil mudou para melhor. E que continue assim, melhorando sempre e nos orgulhando! ♦

Anúncios
No comments yet

Digite seu comentario

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s